Mercado

ArtZone apresenta a Sociedade Criativa Delphos.art.br

0

Projeto idealizado pela empresa promete alavancar as diversas áreas da criação

Idealizado e liderado por Herculano Ferreira, da ArtZone, está surgindo uma nova maneira de criar no Brasil, a Delphos.art.br, uma sociedade de empresas e profissionais independentes reunidos em uma base de trabalho e de mercado criativo e colaborativo, que promete agregar valor e funcionalidade a peças únicas e criativas, muitas vezes negligenciadas pelo mercado interno.

O grupo, inicialmente formado pela ArtZone, Orbitato e Braffix, tem como principal objetivo identificar, selecionar e integrar o talento de parceiros criativos para operarem em sistemas colaborativos e simbióticos, além de constituir negócios nacionais e internacionais conectando planejadores, desenvolvedores, produtores, instituições e empresas aptas a desenvolver produtos criativos e limpos. A Delphos.art.br é a concretização da ideia da ArtZone em operar um canal de co-criação, desenvolvimento e facilitação comercial de produtos. Na prática, a Sociedade Criativa Delphos nasceu da experiência de um pequeno grupo de profissionais que trabalham colaborativamente há anos – o Projeto ABRA e a ImageCor. Em 2014, o Instituto Orbitato, de Pomerode, juntou-se à experiência. Este tem sido o laboratório de planejamento, experimentação, desenvolvimento e fabricação de produtos identificados com os valores que uniram estes amigos há mais de duas décadas.

Recentemente, a experiência foi aberta e a Delphos está convidando mais profissionais e empresas afinadas para se juntarem ao projeto, tais como: arquitetos e decoradores; arteterapeutas, psicólogos das áreas organizacional, educacional, coaching e mentoring; artistas e artesãos; desenhistas de moda e de objetos; entidades culturais, museus e galerias de arte; profissionais e instituições de marketing; engenheiros de processo industrial e ambientais ligado ao design e moda; instituições de arte-educação; associações e grupos independentes constituídos formalmente em torno de projetos sociais e profissionais de reciclagem e reuso; empresas ligadas ao mercado de produtos têxteis confeccionados – ateliês de corte, costura e bordado, estamparias analógicas e digitais, empresas de acabamento, lavanderias e tinturarias, empresas de logística; fabricantes de produtos e fornecedores de insumos com interesse em educação profissional, sustentabilidade e trabalho colaborativo, entre outros, formando, assim, uma rede completa de profissionais independentes focada em produtos criativos do Brasil, capazes de colaborar entre si, de maneira que possam desenvolver projetos em conjunto, ou mesmo indicando uns aos outros para suprir habilidades necessárias para determinado cliente/projeto.

O projeto contempla também a colaboração para aperfeiçoamento de profissionais e do próprio projeto, como Educação pela Imagem; Artes Visuais e Desenho de Superfície; bens Culturais, Artesanato e Artes Populares; Mercado de Produtos de Valor e com Identidade; Inteligência de Mercado focada na Interface Produto e Comprador; Design de Produto – Moda, Arquitetura e Decoração; Psicologia Cognitiva Comportamental, Semiótica e Gestalt; Coaching e Mentoring de RH de Grupos Criativos; Tecnologias Novas e Tradicionais aplicadas ao Desenho de Superfície; Engenharia Ambiental e de Produtos; Fornecedores – Serviços e Produtos Auxiliares.
A meta é consolidar uma comunidade de pessoas satisfeitas e reunidas em torno da sustentabilidade ambiental, projetos sociais e financeiros humanizados, promovendo o crescimento orgânico da sociedade criativa Delphos e estabelecendo boas raízes de relacionamento entre clientes, apoiadores, parceiros e associados, com relações de trabalho criativo, rentável e equilibrado em responsabilidade social, econômica e ambiental; reunindo gente focada, criativa, bem preparada, colaborativa, diversificada, confiante e positiva, séria, divertida e carregada de grande vontade de crescer, dispostas a trabalhar por bens e prazeres compartilhados, atentas em não sujar o planeta, convictas de que em uma comunidade harmonizada podem ser mais satisfeitas, felizes e realizadas econômica e socialmente.

No grupo não há vinculação associativa jurídica e empresas e profissionais realizarão trabalhos compartilhados entre si, em regime de independência empresarial. Produtos criados e comercializados dentro da estrutura da Sociedade Delphos.art.br geram obrigações de exclusividade comercial e comissionamento aos participantes da venda. Outros produtos inscritos na plataforma serão oferecidos aos compradores através do portal. Entre os serviços e produtos, estarão produtos destinados aos mercados de arte e design que utilizam desenho de superfície – moda, arquitetura e decoração, além de projetos e serviços de criação e desenvolvimento de produtos, treinamento, fóruns, encontros e cursos de arte, design, tecnologia, cultura e arte-educação, oficinas identificadas com necessidades econômicas, sociais e de sustentabilidade, demandas da indústria e do comércio. Também serão contemplados projetos e execução de programas de redesenho, upcycling, reciclagem e reaproveitamento de sobras e resíduos, materiais e produtos acabados.

Um exemplo de trabalho social ligado ao artesanato e artes populares com identidade brasileira é o projeto Mulheres de Mafra, desenvolvido pelo Instituto Orbitato. Este projeto de artesanato para mulheres da região de Mafra, que trabalham com a cultura do fumo, vem sendo desenvolvido há alguns anos. O projeto tem como fim habilitar um grupo de mulheres daquela cidade que vivem da agricultura do fumo na transformação de rejeitos de tecido em objetos de valor agregado e com identidade regional. A produção está sendo direcionada para lojas de móveis, decoração, presentes e design e na sequência será integrada a programas de exportação de artesanato gerados por câmaras de comércio de diferentes países e cidades do mundo. Várias iniciativas de contrato bilateral têm sido organizadas pela Sociedade Criativa Delphos. A área de Bens Permanentes ligada a museus e galerias de arte, contemplada pela Sociedade Delphos, promoverá a reprodução e comercialização dos acervos de obras de arte acessível e objetos de consumo fácil, como canecas e outros utensílios e itens.

No dia 14 de maio será realizada a segunda reunião aberta da Sociedade Delphos na sede do Instituto Orbitato em Pomerode. No primeiro encontro de preparação realizado em outubro de 2014, em Blumenau, estiveram presentes 49 profissionais de várias empresas da região e no encontro do dia 14 foram solicitadas 150 inscrições. Em virtude do espaço previamente limitado pela da proposta, só foram atendidas as 90 inscrições iniciais.

www.artzone.com.br

www.orbitato.com.br

XAAR lança nova família de cabeças de impressão

Anterior

Flocagem

PRÓXIMO

Você pode gostar

Comentários

Comments are closed.

Mais em Mercado